No início desse ano conseguimos encontrar em um feirão da Gol, ótimas tarifas para voar para Fortaleza. A capital cearense, apesar de estonteante não era exatamente nosso ideal de viagem naquele momento, foi quando nos veio à cabeça: por que não fazer uma Road Trip? Quem conhece a gente sabe que adoramos viajar de carro, então unir o nordeste maravilhoso mais alguns quilômetros de estrada não seria nada mal 😀 .

Pesquisamos então quais seriam os roteiros possíveis saindo de Fortaleza e descobrimos a Rota das Emoções, um projeto nascido da parceria entre o Sebrae, o Ministério do Turismo e os pequenos e médios empresários do setor naquela região.

O objetivo do projeto é unir em um só roteiro três grandes atrações turísticas do nosso país, além de estimular a visitação às demais cidades entre eles. A rota começa no Ceará, mais precisamente em Jericoacoara, segue até o Piauí onde está o Delta do Parnaíba e termina no Maranhão, nos espetaculares Lençóis Maranhenses. Dá para imaginar?

Pois bem, foi essa aventura que encaramos nessas férias e vamos contar de cada destino em posts separados. Hoje vamos dar mais detalhes específicos sobre a viagem de carro e as condições da estrada ao longo do caminho. Bora? 🙂

Qual tipo de carro escolher
Lemos opiniões contraditórias sobre ser possível ou não fazer a rota com carro pequeno, resolvemos arriscar e alugamos com a Hertz, no aeroporto de Fortaleza, um March 1.0 e chegamos com bastante facilidade à base de todas as cidades.

É seguro viajar de carro pelo Nordeste
Sim, é bastante seguro viajar pelo Nordeste, não sentimos insegurança em nenhum momento. Mas aqui entra um detalhe, por precaução nunca dirigimos durante a noite.

Qual a condição das estradas

A pavimentação das rodovias está em bom estado em grande maioria, somente o trecho pertencente ao estado do Ceará que está em piores condições, inclusive com crateras imensas que te obrigam a passar pelo lado oposto da pista 🙁 . Apenas uma pequena parte do percurso tem via duplicada.

Quanto custa em média a viagem

O aluguel do carro com quilometragem livre e seguro saiu por R$801. O combustível na região custa mais caro que em São Paulo, gastamos cerca de R$355 para cruzar os mais de 2.000 quilômetros – é importante abastecer em postos que inspirem confiança e evitar ficar com tanque abaixo de ¼ da capacidade. Não existem pedágios ao longo desse caminho.

O que eu vou encontrar

Espere encontrar longas estradas, cercadas de plantações ou mato. Pequenas cidades e vilarejos ao longo do caminho. Estradas de asfaltos em sua maioria, alguns trechos de terra vermelha e cascalhos. Não conte com visuais espetaculares, isso fica por conta das paradas. Ah, animais na pista, muitos!

Nossa rota começou em Fortaleza, de onde seguimos pra Jericoacoara, de lá partimos direto para Barreirinhas, base para os Lençóis Maranhenses, voltamos então para Parnaíba no Piauí e finalizamos em Caucaia, na Praia do Cumbuco ao lado de Fortaleza. Foram 8 dias de viagem, 3 estados, 2.200 quilômetros e muitas pessoas maravilhosas, das quais jamais esqueceremos.

O que fizemos em cada parada, onde nos hospedamos e quanto gastamos em cada lugar você verá nos próximos posts dessa série. Não perde não 🙂 .

A gente se encontra na estrada 😉 !