Nós somos muito apaixonados pela cultura do vinho 😀 , por isso sabíamos que nossa passagem por Santiago teria que incluir ao menos um tour em alguma das muitas produtoras do Vale do Maipo.
Assim tivemos trabalho apenas para decidir qual delas seria.

Pensamos imediatamente no tour da Concha Y Toro, nosso interesse na marca tinha acontecido naturalmente, pois já havíamos consumido diversos exemplares dessa gigante. Contudo, lemos uma quantidade infinita de artigos de viagem e todos chegavam mesma conclusão sobre a proposta da vinícola: pega turista.

Ficamos em dúvida, mas por outro lado, a empresa também oferecia a opção mais estruturada do mercado, além do translado saindo da última linha do metro que cairia “como uma luva” para nós que não alugamos carro durante nossa estadia em Santiago.
Então batemos o martelo, conheceríamos CyT e tiraríamos nossas próprias conclusões.

Fizemos nossas reservas on-line, uma semana antes da viagem e recomendamos para todos que tem a intensão de conhecer o local, pois os grupos têm horários e idiomas diferentes – inglês, espanhol e português – e possa ser que você tenha problemas para ser encaixado em algum grupo específico.

Na data e horário escolhidos fomos chamados para o nosso tour. Escolhemos a visita guiada pelas instalações mais uma pequena aula de harmonização de títulos premiados da casa com queijos e aperitivos, esse é o chamado Tour Marques de Casa Concha, que recomendamos fortemente.

fotos-2620

A CyT detêm o titulo de maior empresa produtora do setor no Chile, exporta para mais de cem países e foi a primeira vinícola do mundo a ter suas ações na bolsa de Nova York.

Ao logo do tour conhecemos a casa que abrigou Don Melchor de Concha y Toro e família quando fundaram a marca em 1883. Passamos pelo plantio das videiras, aos pés da Cordilheira dos Andes e degustamos um exemplar de vinho branco e um de vinho rose, sempre orientados pelo guia do grupo que fornecia informações e curiosidades sobre a estória da vinícola. Fomos direcionados também a área de armazenamento dos tonéis de carvalho, local onde nasceu a lenda do Casilleiro Del Diabo, lá assistimos um vídeo sobre esse assunto e claro degustamos esse exemplar cheio de personalidade.

fotos-4392

Assim acabava a primeira parte do tour, conhecido como Tradicional e o grupo diminuiu para apenas aqueles que optaram pela degustação. Seguimos para uma pequena sala onde uma das sommeliers da marca nos aguardava com cinco taças de clássicos da casa e uma tábua de aperitivos. Essa foi uma aula especial, não só porque amamos aprender sobre enologia mas também pelo ambiente, pelos sabores e pela descontração. Ganhamos as taças e a tábua de frios ao final, além de um desconto muito bom para adquirir os produtos da marca na loja disponível no local.

fotos-4352

Deixamos as instalações ao final da tarde, na van que nos levou até a estação de metro e nesse momento concluímos o inevitável: sim, é a CyT desenhou toda uma atividade turística para agradar e encantar o turista. Mas não se engane, vale muito a pena.

fotos-4356

Nossa sugestão é: caso tenha tempo visite Concha Y Toro e depois curta alguma outra vinícola menor da região, onde possa ter acesso aos verdadeiros produtores para entender mais sobre essa arte que é produzir vinhos. Nós só estivemos em CyT então temos essa ótima desculpa para voltar 😀 .

Você também curte um bom vinho? É amante do enoturismo?
Conta aqui pra gente sua experiência, deixe suas dicas, vamos amar saber 🙂 .