Quando sua vida está feliz e confortável, o que você faz? Decide ir até Atibaia para subir a trilha da Pedra Grande. Sim, essa é a maneira mais rápida e eficiente de acabar com o seu sossego e se arrepender profundamente de ter procurado encrenca pro seu lado. Exatamente o que fizemos no último fim de semana haha.

O sábado amanheceu nublado e quase desistimos de pegar a estrada o que não rolou, pois teríamos companhia desta vez: nossa prima topou cair com a gente na aventura (valeu Érica). Sim, você entendeu certo. Nós não acabamos somente com nosso sossego, também convidamos outra pessoa para perder o sossego junto #bemlegais 😀 .

65 quilômetros separam São Paulo de Atibaia. Para chegar lá basta seguir pela Rodovia Fernão Dias, BR381 – ao longo do percurso você vai passar por apenas uma praça de pedágio, em Mairiporã, cujo valor atual é de R$1,80 (o mesmo para volta).

DCIM102GOPROGOPR2343.

Partiu Atibaia!

Se sua intenção for fazer a trilha, coloque no seu GPS: Rua Comendador Jácomo Antônio Lã Selva , esse endereço marca a portaria do condomínio de onde você precisará sair. Não se preocupe, é permitido entrar com o carro e estacionar nas ruas próximas ao acesso da trilha, os funcionários da portaria lhe fornecerão informações sobre como chegar lá.

Chegamos por volta de nove e trinta da manhã e um grupo bem grande de pessoas estava iniciando a subida. Ouvimos dizer que existem três trilhas diferentes, das quais duas o nível de dificuldade é alto e uma cujo nível é médio. A trilha de nível médio é chamada de Minha Deusa e começa supostamente a esquerda das outras duas trilhas (supostamente porque não existe nenhuma sinalização indicando o nome das trilhas ou suas direções, em nenhum ponto do percurso). Seguimos o grupo que estava a nossa frente pela trilha da esquerda.

IMG_1249

O começo da trilha.

Logo no inicio já estávamos cansado, era pra ser a trilha de nível médio e até agora não sei dizer se pegamos a tal trilha Minha Deusa de tanto que subimos e descemos pedra, andamos no meio do mato, escalamos e rastejamos hahaha.

IMG_1236

Essa pedra já estava grande o suficiente para nós!

Cruzamos com diversas pessoas (inclusive famílias com crianças) e paramos diversas vezes no caminho para tomar um pouco de ar e descansar. Duas horas e meia depois chegamos ao pé da pedra, que é bem íngreme e dá trabalho para escalar.

IMG_1215

Essa sim, é a Pedra Grande.

Depois de sofrer, cansar, chorar, querer desistir, chamar pela mãe e quase ver a luz, nós FINALMENTE chegamos ao topo. AÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ! Podemos dizer, vale cada gota de suor. A vista da cidade de Atibaia e arredores é muito sensacional, e o sabor de ter vencido a trilha é mais sensacional ainda. Sério, você pode até subir de carro até o mirante, mas não vai ser a mesma coisa.

IMG_1135

Essa vista!

Almoçamos calmamente nas alturas, pois levamos água, suco, lanche natural e frutas. Havíamos lido que não tinha nenhum lugar para comprar comida ou bebida ao longo do percurso e nem no topo da pedra e realmente não tinha. Apreciamos um voo solitário de parapente, batemos um trilhão de fotos e então chegou a hora de encarar o inevitável: tudo que sobe desce. Tínhamos que voltar de onde viemos.

Pensamos erroneamente que a descida seria mais fácil que a subida. A volta foi até mais rápida, mas ainda assim enfrentamos obstáculos como pedras e valas além de que – devido à época do ano – o chão estava bem seco e empoeirado tornando a superfície altamente escorregadia. Demoramos quase duas horas no trajeto de volta, além do pó dos pés à cabeça.

DCIM102GOPROGOPR2370.

VencemooOoOooos!

Fim da expedição, seguimos seguir até o centro da cidade para experimentar o teleférico antes de voltar para casa. A distância entre o condomínio e o centro é de aproximadamente 13 quilômetros e o caminho é muito bem sinalizado.

O aparente inofensivo percurso de ida e volta no teleférico custa R$16 por pessoa, é possível fazer apenas o trajeto de ida ou o de volta por R$8 por pessoa. Balança MUITO 🙁 , nunca tínhamos andado em um teleférico assim, perto do final eu já estava desesperada para sair. Portanto, se você gosta de altura, de balanço e de emoção pode ir sem erro no teleférico, a vista do Lago do Major também vale a pena. Passeamos ainda pelo Parque das Águas e depois ficamos curtindo o final de tarde sentados em um banquinho, nessa na cidade que é mesmo linda de ver.

DCIM102GOPROGOPR2377.

Altinho não?

Voltamos para São Paulo cansado, porém realizados. Podemos dizer que SIM, vale a pena fazer a trilha e que NÃO, não é fácil fazer a trilha. Fica o desafio para os mais aventureiros, lembrando que é fundamental ter cuidado no trajeto, levar comida e bebida (importante) e se proteger bem do sol 😀 .

Boa sorte!